Cloud Solution da Engineering: como realizar uma transferência de dados segura?

8 minutos para ler

Cansado de lotar o HD com programas e arquivos? Saiba que a tecnologia inventou um sistema muito interessante, é a Cloud solution onde todas as soluções são exploradas em nuvem, desde infraestrutura até as aplicações sem a necessidade de configuração de servidores (Serverless). Inclusive, passa pela disponibilização de plataformas como serviço para utilização de servidores web e bancos de dados gerenciados. Assim, seus computadores ficam livres para trabalharem mais rápido. 

Você deve estar pensando, mas será que realmente preciso disso? Posso te garantir que sim, pois ela se torna indispensável para qualquer empresa hoje em dia devido a flexibilidade combinada com um custo acessível e a rapidez com que os sistemas em nuvem podem ser disponibilizados. No entanto, confira mais sobre o tema nessa entrevista que apresentaremos abaixo com o cloud manager da Engineering do Brasil, Gustavo Migliorini. 

Quais são os benefícios que o armazenamento em nuvem proporciona e cite três motivos para usá-lo? 

Armazenar os dados em nuvem possui muitos benefícios que você nem sequer imagina, desde o custo menor até a possibilidade de copiá-los para diferentes locais no mundo. Sacou? Assim, confira 3 vantagens desse serviço. 

Alta disponibilidade 

É possível armazenar os dados mais importantes de sua empresa em várias “regiões” de um ou até mesmo de mais provedores de nuvem pública. “Esses locais são separados geograficamente, criando desse jeito uma rede de alta disponibilidade. Com isso, poderá acessar seus arquivos ou softwares de qualquer lugar. Pois, mesmo que um local seja afetado por algum problema técnico ou desastres naturais, seus dados estarão acessíveis em outro ambiente”, informa Migliorini. 

Segurança 

No armazenamento em cloud, todos os seus dados são criptografados em dois momentos: durante a cópia do local de origem até a nuvem. E também em “descanso”, quando são gravados nos locais de armazenamento do provedor. Caso o cliente deseja, essa segurança pode ser aumentada ainda mais, utilizando suas próprias chaves criptográficas. 

Custo é adaptado à sua necessidade 

Vixi, isso deve custar caro não? Que nada! Diferente do armazenamento local, aquele em nuvem possui várias classes, de acordo com a necessidade do cliente. Dessa forma, poderá contratar o padrão, que não possui custo para recuperação dos dados até o “a frio” como é chamado o que tem um custo menor, porém uma taxa para o restabelecimento dos mesmos. 

Quais são as possibilidades de uso do sistema em nuvem? 

Na verdade, as principais possibilidades de uso da nuvem são: IaaS — Infraestrutura como Serviço, PaaS — Plataforma como Serviço e SaaS — Software como Serviço. Então agora, sente-se e conheça cada uma delas. 

IaaS 

Saca só, aqui existe a utilização de máquinas virtuais em nuvem. Essa modalidade é a mais conhecida e empregada, aonde é possível criar servidores para uso em nuvem como se estivessem dentro de casa. Nela a grande vantagem é a possibilidade de escalá-la, seja de maneira vertical (aumentando o tamanho) ou horizontal (ampliando a quantidade das que executam a mesma função). 

PaaS 

Emprego de plataformas como servidores web e bancos de dados como serviço, passando o cliente a utilizá-la diretamente na nuvem sem precisar de serem instaladas. Como vantagem é possível citar a não necessidade de manutenção dos sistemas, incluindo atualizações de plataformas. 

SaaS 

Segundo o Migliorini, essas são soluções bastante utilizada em sistemas como serviço, por exemplo, de e-mails, softwares de edição de texto, planilhas e mapas. Nessa modalidade os clientes precisam se preocupar apenas com os dados que serão inseridos nesses locais. Já que, todos os outros itens são de responsabilidade do provedor de nuvem que está fornecendo a solução. 

Como a Engineering definiu o seu serviço de cloud solution para migrar os dados para nuvem de forma inteligente e segura? 

O serviço de migração para cloud foi definido com base nas melhores práticas de mercado, seguindo 4 etapas explica o cloud mananger: 

  • avaliação: identifica e valida quais são os workloads que serão migrados e quais elementos de cloud necessários a serem criados/adaptados para receberem essa carga de trabalho; 
  • planejamento: organizar as atividades de migração, identificando as prioridades e quantidades de “ondas de migração”; 
  • implantação: migração dos workloads, conforme planejamento; 
  • otimização: após a migração, acompanhar o consumo dos elementos de cloud, avaliando quais podem ser otimizados, com a intenção de diminuir os custos e otimizar a utilização. 

Por que a transferência de dados está segura nesse sentido, pode citar exemplos e quais são as principais funcionalidades da cloud solution da Engineering? 

Seguindo as melhores práticas de mercado, principalmente respeitando as normas de segurança e compliance, a transferência de dados para a nuvem pode ser considerada segura e confiável. Como exemplos, “existem a migração de máquinas virtuais através de VPN criptografadas, cópia de dados usando criptografia em trânsito (HTTPS/SSL) e isolamento das máquinas virtuais para que não acessem a internet. Essa última, também é trabalhado o cloud privadas, cloud híbridas, segurança em nuvem, DevOps, FinOps e serviços profissionais” cita Gustavo. 

Como a Engineering auxilia em todo o processo de implementação e transferência? 

Os profissionais monitoram o processo end-to-end, desde a concepção inicial do projeto, passando pelas etapas de avaliação, identificação de soluções, execução e concluindo com o acompanhamento e sugestão de melhorias. Sempre utilizando colaboradores qualificados e as boas práticas de mercado. 

Quais são os resultados esperados com a implementação dessa solução em nuvem? 

Ao utilizar os serviços em nuvem são esperados diversos resultados positivos, dentre eles estão: 

  • redução de custos: após otimização de recursos, os custos deles em nuvem tendem a cair;  
  • melhor utilização de recursos: ao utilizar ferramentas locais, nem sempre é possível saber se o tamanho dos mesmos é suficiente ou se estão superestimados. Na nuvem é muito mais fácil de avaliar e de ajustar a dimensão dos recursos perante à necessidade;  
  • segurança por redundância geográfica: é possível afirmar que a cloud traz um projeto de continuidade do negócio nativamente. Com suas características de regiões geográficas espalhadas ao redor do mundo e zonas de disponibilidade em vários lugares de um país, inclusive no Brasil. Assim, é possível configurar planos de DR (Disaster Recovery) e até mesmo GDR (Geographic Disater Recovery) para seu negócio;  
  • maior flexibilidade na escolha de modelos de utilização: as empresas podem empregar modelos de infraestrutura (Infrastructure as a Service ou IaaS), plataforma (Platform as a Service ou PaaS), software (Software as a Service ou SaaS). Sobretudo, tecnologias sem servidores (Serverless ou Function as a Service — FaaS). Com elas poderão servir o mercado com suas soluções, não necessariamente utilizando apenas um dos modelos, mas podendo mesclar quantos forem necessários. 

Quais são os diferenciais dessa solução em relação ao que está disponível no mercado? 

Caramba, como escolher diante das opções? Veja que a expertise em várias áreas de mercado, além de grandes operações, traduz um grande diferencial da Engineering em relação a outras empresas e soluções já existentes. Afinal, ela possui parcerias com os maiores provedores de nuvem pública, com reconhecimento e profissionais certificados. 

Portanto, a Engineering é uma empresa focada em levar a transformação digital para as empresas. Logo, a estratégia de cloud solutions também está voltada para esse caminho, ajudando as organizações a identificarem qual o melhor trajeto para uma caminhada contínua e evolutiva que é a operação em nuvem. 

Dessa forma, se tiver alguma dúvida ou se interessou pelo serviço entre em contato com a empresa para obter mais informações. 

Compartilhe !

Posts relacionados

Deixe um comentário